Shine Your Light

Posts Tagged ‘Contra

O que se deve avaliar quando quer aprovar ou não um estudante? Sua capacidade mental ou sua raça?

Bom, com as cotas raciais o que se dá a entender é que os negros são inferiores aos brancos. Como eles querem acabar com o preconceito se eles mesmos levantam o maior exemplo disso?
Talvez, ao avaliar a escolaridade precária, seria até um pouco mais válido. Entretanto, nem com essas Cotas eu concordo igualmente. O governo tá usando a Cota como um “tapa-buraco”, no furo que tem o ensino público. Ao invés de aprovar um aluno menos capacitado que outro, poderiam investir mais no ensino público, pra que ninguém precisasse de cotas… é, vai falar isso pra eles, rs.

E quanto a lei que diz que TODOS SOMOS IGUAIS PERANTE A LEI?! O que ela significa agora? NADA!  Essa acepção de pessoas por raça não permite que a lei se faça real na prática. Se fôssemos iguais, negro não teria “exclusividade”. E os brancos, cadê a cota deles?

Os negros não são menos inteligente que os brancos, nem os brancos menos inteligente que os negros. Se parássemos pra avaliar a cota Racial, o branco, no mínimo, estaria sendo vítima de preconceitos, pois não estaria tendo uma oportunidade extra. Mas o que acontece nesse Brasil de encantos mil? Nada com o branco é preconceito! E eles que estão certos. A minha tese é que o preconceito está na cabeça de quem quer.

O branco não vai sair reclamando se o chamarem de “Branquelo”, mas se alguém chamar um negro de “Negão”, ele vai querer seus direitos.. sei lá quais são. Não é a tua cor? Então por que é preconceito? Os negros são os próprios preconceituosos, e por isso que agora estão (estamos) sendo desvalorizados com essa imposição de cotas, que, implicitamente, nos expõem inferiores.

Anúncios

Vida a partir de quando? Grande polêmica nunca resolvida. Abortar ou não?
Direito a vida é algo que todos temos. Inquestionável!
Mas a questão é que, na hora de fazer, todos fazem, mas, na hora de se responsabilizar, não tão nem aí. Faz e joga fora, né?
Não consigo ser a favor do aborto em nenhum caso… “É melhor não nascer do que morrer de fome”. Não acho. Muitas pessoas têm amor a vida e lutam por ela, até mesmo pelas necessidades que já passaram. Lutam por seus objetivos e não morrem de fome. “Não tenho capacidade para cuidar”. Primeiramente, o clichêzão: pense nisso quando estiver na cama. Depois: Vejo muitos orfanatos por aí. É maldade, sim… e matar não é? Às vezes -muitas, quero dizer-, crianças dão sorte e família amorosas adotam. É lamentável o número de mães que querem ter filhos e não podem e, enquanto isso, há muitas alienadas por aí brincando de dilacerar vidas. “Estupro”. Bom, agora é a hora em que fico vulnerável. Acho que, nesse caso, se quiser abortar, aborta.. talvez seja um peso que não queira ser lembrado. E , assim como a criança, você também não teve culpa. Mas eu, particularmente, deixaria a criança nascer. Amor de mãe é amor de mãe. Teria e daria a alguém que quisesse muito. Ou não. Depois que nascesse talvez não conseguisse mais desgrudar. O amor cobre as mágoas.

Vejo muitas mães jovens por aí e, muitas delas, sem condições. Porém,  responsáveis. Talvez nunca tivessem tido dinheiro para sustentar a si mesma, mas como consequência do erro, hoje em dia estão se virando aí para conseguir para dois. É um sacrifício, sim. Sacríficio necessário -obrigatório, leia-.

Ninguém tem o direito de tirar a vida de outro ser. Se for assim, vamos descriminalizar o assassinato.  Se posso matar alguém indefeso, que nada me fez, por que não posso matar alguém que, de certa forma, me incomoda?

E vocês, são contra ou a favor? Sem xingamentos nem morte, por obséquio.