Shine Your Light

Felipe Neto: o revolucionário que precisávamos

Posted on: 28/04/2011

Ok, já podem desligar o botão da ironia.

Com mais um vídeo lançado na internet, temos agora um manifesto. Não, não é o Manifesto Comunista de Marx e Engels. É, simplesmente, um manifesto “burguesinho” de um jovem qualquer.
Sei que temos reclamado muito de a juventude -a sociedade toda, na verdade- ter se calado diante de fatos políticos, mas mais importante que isso é: se não tem nada bom a acrescentar, cale-se!

Quem não quer um menor preço? É hipocrisia dizer que não. Infelizmente não é tão simples assim, porque, se fosse, já teria sido resolvido. Na minha opinião, esse manifesto (oh, céus! que desrespeito a Marx e a Engels) foi um tanto quanto superficial. A partir do momento em que o Felipe Neto começou a xingar e reclamar de tudo (acho que no primeiro segundo de vídeo), já perdeu qualquer razão que poderia ter. Afinal, esse péssimo  Brasil em que vivemos exige pelo menos um pouco de educação, né? Ai, que papo contraditório!!

Antes de ficar estressado porque o joguinho de video game tá caro, é importante se perguntar o que se faz com o dinheiro que deveria estar indo pro social, pro serviço público… O que as pessoas realmente querem ao colocar nome, cpf e não sei mais o quê? Eles querem celular e iPad mais baratos.. sei lá, coisa bem americanóide.   A educação e a saúde que se fodam, né?

Não dá mesmo pra comparar Brasil com os EUA, e essa coisa de I ♥ NY já deu no saco. Enfim… é muito fácil mesmo diminuir os impostos: emprega lá e desemprega aqui. Claro… por que ninguém pensou nisso antes? Felipe Neto é mesmo um gênio! *palmas*

Agora todo mundo dando uma de militante comunista na frente do computador… ha ha ha. Quando ele tiver a brilhante ideia de propor um “Saúde Justa” , “Educação Justa” , “Segurança Justa” e tantos outros “Justos”, juro que coloco meu CPF lá.

Não entendo muito sobre isso e também não quero ser a reacionária, mas.. ah, foda-se. Boa sorte, Brasil. Caso o manifesto (risos) tenha êxito, favor, trazer uma Nikon D-90 pra mim.

Anúncios

12 Respostas to "Felipe Neto: o revolucionário que precisávamos"

SUMEMO*! Concordo em número, gênero e grau.

Bom , acho que a gtn tem falar do que realmente sabe né?
Mas dar a opinião nao custa nada, por isso a internete esta cheia de videos com opiniões…

bjss

É, no mínimo uma ironia, neh?!
A verdade é que muito se fala, pouco se entende e muito meno se faz.. fato!
Acho importante expressar sua opini~]ao!

Sucesso!

;D

Concordo com seu ponto de vista, mas não considero tudo tão desnecessário. Primeiro, quanto ao texto está perfeito, como sempre né. kk. Debochou muito mais que o Felipe Neto no vídeo e com quantidade infinitamente menor de palavrões.
Quanto ao tema, há o que ser aproveitado no que foi dito. Demagogia? Sim em grande parte, como sempre. Mas é um avanço alguém tomar uma atitude contra algo, principalmente tendo um “grande público” alvo. Dentro do que podemos fazer é pouco, mas o que é muito, não é feito só por um e é aí que a banda toca. Saúde, educação… tudo depende de tempo e muitas gerações até alcançar um nível no mínimo aceitável. O problema dos impostos é mais fácil, mas será que com um milhão de assinaturas vão resolver? Há muitos interesses por trás disso, e eu diria que não, mas torno a dizer, é um avanço. Mas usando o exemplo do Ficha Limpa, até hoje nada, e ficou para as próximas eleições… Memória curta, não? Muita gente nem lembra mais que isso existe. Talvez pela votação do aumento do salário mínimo que ocorreu há pouco, a retomada do papo furado do desarmamento que voltou a tona depois do palestrante de Realengo… Enfim, acaba que um empurra o outro e continua tudo não resolvido. E é assim que vai ficar a questão dos impostos, seja com um, dois, três milhões de assinaturas não vai ser com isso que o problema será resolvido e continuaremos cultuando os EUA como o melhor país do mundo, mesmo país que financiou uma ditadura militar, aqui mesmo, no Brasil. Contraditório, mas ratificando: memória curta.

Natália,

Eu entendo perfeitamente a sua posição, existem muitas outras coisas a se reivindicar nesse país antes do preço dos Ipods e videogames. Essencial e principalmente educação e saúde.
Não concordo com a forma com que o Felipe Neto se expressa, realmente parece um adolescente mimado revoltado. Contudo, qual foi a última vez que nossa juventude parou pra pensar nisso?
Qual a ultima vez que jovens de 14 – 20 anos pararam pra questionar um sistema? pra tentar mudar? Quando foi a outra vez que a geração malhação se uniu?
Nunca.
Essa nossa geração malhação jamais se uniu pra defender causa nenhuma, talvez nem tenha parado pra questionar onde esta indo, porque e para que…
Em meio ao que vivemos, acredito que um Felipe Neto é sim Bem vindo, talvez tenha sido imaturo, e escolhido errado por onde começar, mas vamos pensar um pouco, você acredita mesmo que se ele tivesse lançado de cara um manifesto pra defender a saúde publica ele teria tantos jovens colaborando, ou agora que ja falou do ipod e videogame todos estão mais abertos a se questionar sobre algo não tão fútil? E mais que isso: Ele acendeu no peito de muitos uma pequena chama de revolucão! Ele usou a sua vontade de ter uma Nikon D-90, a minha vontade de ter um Ipad, a vontade de tantos outros jovens de terem tantas outras coisas futeis, para finalmente começar o que nos cobramos tanto e ninguém faz, algum tipo de : MUDANÇA.
A inércia nunca fez ninguém andar pra frente, Felipe causou no mínimo, uma Grande Reflexão, o que ao meu ver, ja é muito válido diante de nossa atual situação.

Eu entendo e até concordo com ele, sabe.. mas é realmente o modo como ele expôs isso.. além disso, acho que é um manifesto burguesinho, porque o que é de maior necessidade para todos não é questionado.. ninguém precisa de um iPad para sobreviver… acho meio debochado fazer uma grande revolução por eletrônicos e no mesmo momento ter crianças gritando por outras coisas..
Claro que eu entendo o ponto de vista dele, mas ele começou muito mal com esse argumento classe-média :/

É aquela coisa, as pessoas futeis estão sempre prontas para buscar a melhoria do mundo, do seu mundo.
http://projetosdeumlouco.blogspot.com/

Sabe o que mais me revolta nisso? é que meu Ipad ainda não chegou. Tá sem irônias.
O que mais me incomoda na verdade são as mpessoas achando que vai mudar algo colocando o nome o cpf lá, existe uma grande ingenuidade nisso tudo, sinto que falta informaçoes em muita coisa. Sim é preciso baixar alguns impostos principalmente os impostos que pagamos quando compramos arroz e feijão. Ele fica bravo pq nao pode comprar um Ipad(se bem que acho que ele pode) e muita gente nao consegue comprar o arroz.

No que vc disse, acho que faltou vc citar Cultura, muito pouco é investido em cultura de verdade.

É verdade. Tá na hora de abaixar o preço dos livros, do teatro.. nem todos têm acesso à cultura erudita =/

O Brasil e EUA são completamente diferentes e a comparação chega a ser desleal.

Eu simplesmente adoro os videos do Felipe Neto. Muita gente não gosta porque ele só fala a verdade, e como dizem a verdade na mente de quem deve algo doi doi doi!

Não discordo de muita coisa que ele diz, mas tudo é o modo como você fala. Educação não deve doer não!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: