Shine Your Light

Padrão de beleza – Parte II e final.

Posted on: 07/12/2010

“(…)

-Não nego que possa haver causas metabólicas para os transtornos alimentares, mas as causas sociais são inegáveis e indesculpáveis. Há cinquenta milhões de pessoas com anorexia nervosa no mundo, um número que nos remete às proporções do número de mortos na Segunda Guerra Mundial.

De repente, o mestre perdeu a sobriedade, deixou o tom ameno e, como se fosse um psicótico, subiu numa poltrona que estava ao seu lado e bradou em alto e bom som:

– ‎O sistema social é astuto, grita quando precisa se calar e se cala quando precisa gritar. Nada contra as modelos e os inteligentes e criativos estilistas, mas o sistema se esqueceu de gritar que a beleza não pode ser padronizada.
(…)
– Onde estão as gordinhas nos desfiles? Onde estão as jovens com quadris menos bem-torneados? Onde estão as mulheres de nariz saliente? Por que neste templo se escondem as jovens com culotes ou estrias? Não são elas seres humanos? Não são elas belas? Por que o mundo fashion, que surgiu para promover o bem-estar, está destruindo a autoestima das mulheres? Essa discriminação socialmente aceita não é um estupro da autoestima? Não é tão violenta quanto a discriminação contra os negros?
(…)
-Rogo aos inteligentes estilistas que amem as mulheres, todas elas, que invistam na saúde psíquica delas não utilizando apenas a exceção genética para expressar sua arte. Poderão perder dinheiro, mas terão ganhos insondáveis. Vendam o sonho de que toda mulher tem uma beleza única.
(…)
– Noventa e sete por cento das mulheres, em algumas sociedades modernas, não se veem belas. Por isso, em cada loja de roupa e em cada etiqueta deveria haver uma tarja semelhante à da advertência contra o cigarro com frases como esta: “Toda mulher é bela. A beleza não pode ser padronizada

Tanto a primeira parte quanto esta foram retiradas do livro O vendedor de sonhos – capítulo 23- não completo. Pensei em opinar, mas decidi que não seria preciso. O texto por si diz tudo. Recomendo o livro!

Anúncios

15 Respostas to "Padrão de beleza – Parte II e final."

Realmente estabelecer um padrão de blza não é o mais correto porque cada pessoa possui o seu estereótipo de beleza.. mas ter uma media isso sim seria o Ideal..

É preciso combater os exageros do padrão de beleza e, por qu não, a exclusão!
Bela postagem!

;D

O texto diz tudo. estabeleceram padrões que danificam a auto estima e distroem as perspectiva daquelas que fogem a esse padrão esquelético determinado pela sociedade.

AVISO:

Tem matéria nova no blog;
Confira e deixe seu comentário como cidadão brasileiro.

Abraço de NINA

Eu me acho gordinha e tals, mas nao sofro dessas coisas, graças a Deus…. e realmente é ruim ):
Tem muita gente que conseguiu superar isso e ficou muuuuito linda, hehe 😀

Seu tema é deveras interessante. Sou obeso e penso que um padrão de beleza não existe, mas temos que nos cuidar… nosso problema são os excessos… tanto da magreza, quanto na GORDUREZA, rsrs!

Enfim, viver bem é ter uma vida balanceada e saudável, coisa que não exerço.

Eu me acho bem gordo tento emagrecer e nao consigo esse é o problema do ser humano a obesidade e a magreza!

Tb acho injusto os padrões de beleza estabelecidos. Muitas mulheres que tem o seu valor, são desvalorizadas aos olhos dos que ditam as regras. Toda mulher tem a sua beleza e ponto final. Valorização já!

Olá…

Isso é um fato triste que observamos em nossa sociedade nesses dias atuais, tanta gente sofrendo dessa doença.
A citação do livro é muito bem feita,quero um dia ler esse livro que pelo visto é bom…
A beleza não deve ter um padrão, isso aprisiona nós mulheres que muitas vezes não temos nossa auto-estima, digo isso eu que às vezes me sinto mal por não ter os padrões de beleza e um rosto como as das modelos, mas eu sei que tenho que me aceitar e me aceito!
ÓTIMA POSTAGEM!

Boa Tarde! =)

Ótima postagem, falou perfeitamente bem.

Esse tipo de beleza, de gosto duvidoso, é fruto da má utilização do marketing e publicidade cada vez mais fútil que os meios de comunicação força aturarmos.

Não é só na ditadura da beleza que isso acontece. É inerente a sociedade nos ‘impor’ certos tipos de linguagem ou comportamentos que acabamos internalizando de forma inconsciente.

Eu percebo em toda essa padronização desnecessária de beleza uma automutilação que gera incontáveis conflitos psicológicos e socias.

Um exemplo recente de toda essa militância é a cantora Demi Lovato.

Acho que isso nunca vai realmente acabar, pois como eu já disse a cada geração tem o seu padrão de beleza, mas devemos trabalhar de uma forma para que possamos diminuir isso.

Já conheci várias pessoas com esse distúrbio, elas tem uma distorção da sua própria imagem, bom texto

Uau!

É isso aí. Não há régua para se medir a beleza, quiçá a beleza feminina.

Abs,

eu so gordinha e ñ mi inporto nem um pouco mas e claro tento emagrecer mas eu consigo perde so 10k mas eu ja acho muito bom mas minha prima ela e modelo e tem que emagrecer muito mas o corpo dela e igual da gisele bindi a bonito mas ñ e igual a esse eu achei ridiculo mas cada um tem seu estilio deus vez cada um meu primo esta aqui do meu lado eu moro na espanha e ele tem um programa na teve eu ele ta postato na

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: